sábado, 12 de setembro de 2009

Eu saí da aula sexta feira e resolvi passar no supermercado pra comprar absorvente. Fui, tepeêmica, oleosa e descabelada pro supermercado mais perto do trabalho. Eu nem gosto de lá, mas eu resolvi aproveitar a viagem.

Tinha uma farmácia do lado de fora, mas nãããooo... eu queria comprar NO supermercado. Vai entender.

Peguei os pacotes que eu queria, inclusive um que estava numa super promoção do tipo, "Leve 60 e pague 1", um pacote enorme. Peguei um pacote de giletes também.

Os caixas nem estavam tããoo ocupados, mas eu quis ir no caixa rápido, láááá no fim do corredor. Se os caixas normais estavam lights, os caixas rápidos estariam vazios. Tinha só 3 pessoas na fila. 3 homens. Quando o homem da minha frente deu um passinho pra trás e eu olhei pra primeira pessoa da fila... hum... me lembrou alguém... E aí caiu a ficha. Meu ex cunhado. Olhei pra segunda pessoa da fila. Meu ex namorado. O cunhado tava de frente pra mim, o boyfriend de costas.

Virei as costas imediatamente e saí quase correndo da fila, sem nem olhar pra trás, me enfiei na sessão dos vinhos, corri até a sessão de produtos de beleza, joguei todos os pacotes de absorvente (e o de gilete) em qualquer canto, corri pro carro, saí de lá como se tivesse visto assombração. E de fato tinha.

Mal cheguei na pista, meu celular toca. O ex. Ódio. Ódio. ÓDIO. Pensei se ia atender. Atendi.

"Onde vc está?"

"Na pista."

"Já? Humm... Quer dizer então que agora você me vê e vai embora?"

"Lógico. Eu tava cansada, descabelada. Ex a gente tem que ver arrumadinha, cheirosinha."

Ele disse que me viu "fazendo a curva". Certeza que o irmão dele me viu e mostrou. Óóódiiiooo.

Imagina a cena. Ele me vendo "correndinho", com pacotes e pacotes de absorvente (tava em promoção, oras) e um de gilete, descabelada, fugindo dele. Que bonito.

Fora que eu estava usando uma blusa de vovó. E tinha acabado de dar aula pra um monte de criança. E era sexta feira. E eu estava tepeêmica. (E oleosa, eu mencionei oleosa?)

E o supermercado NEM É PERTO DA CASA DELE.

Meio atrasada, eu sei, mas estou começando a odiar meu ex. Simplesmente pq ele aparece nos momentos mais inconvenientes. Pq ele não apareceu no barzinho sexta à noite, qdo eu estava linda, maravilhosa, tomando vinho e comendo pizza? Aliás, pq NÃO TINHA NINGUÉM DECENTE NO BARZINHO? Só casal.

Murphy me despreza.

6 comentários:

Bia Pagiossi disse...

Eles sempre aparecem na hora errada.

Karina disse...

HAhahahaaha....amiga, a situação é trágica, mas eu dei muita risada,desculpa. Eu sempre falei que minha vida é meio tragédia grega, pq eu até presinto esses acontecimentos mas não conseigo fugir,ahaha. Saudaaaade de vc

Joyce disse...

Kikiiii
Eu sei que isso é do mal, mas eu ri.

:*

Joyce

Margarida disse...

Ai, menina, acho que Murphy despreza a todos nós, viu?
É fato, sempre que eu estou horrorosa, mulambenta, eu encontro aqueeela pessoa. Hmpf.
Beijos!

Fer disse...

que coisa de filme! eu sempre imagino a cena... sorry, mas eu ri taaaanto!
;*

Bu disse...

Eu sei que não é pra rir, mas eu gargalhei imaginando a cena.

Confesso que eu nunca teria pensado na sua saída estratégica. Deixou o ex pra trás e se mandou! Adorei! hehe