quinta-feira, 16 de abril de 2009

Alunos não querem professora de inglês. Eles querem psicóloga, terapeuta e amiga. Como eles gostam de contar causo, ouvir causo e fazer perguntas sobre a própria vida pessoal (e perguntam muitas vezes "O q vc faria na minha situação?").

E, na verdade, eu adoro. Eu resolvi ser professora pq gosto de sentir que acrescento algo na vida de alguém. Eu acho q pessoas são mto complicadas e é tão difícil encontrar gente decente e respeitosa por aí. Por incrível q pareça, eu nunca peguei gente LOUCA e difícil no meu trabalho. Sou apaixonada pelos meus alunos, até os particulares (inclusive os bonitos haha). As outras teachers sempre pegam gente mal educada, louca, irritada, lerda etc. Eu só pego os xuxus (e a maioria dos meus alunos é pós intermediário pra avançado, então nem tenho grandes problemas de aprendizado também! rs).

Quando eu digo q sou anti social e odeio pessoas, é pq nos meus relacionamentos pessoais... bem... eu não tive muita sorte. E veja bem: aluno eu vejo duas vezes por semana. Só. Nunca cultivo relacionamento com aluno fora da escola, pq aí vira pessoal - e aí eu começo a ficar irritada.

Eu mantenho aquela linha fina q separa aluno de professor. É muito fina. Mas é visível a olho nu. Não tem desculpa pra embolar vida pessoal com profissional.

ps: Tá certo q meu aluno bonito me faz querer jogar tudo pra cima e dizer, "Casa comigo e me leva pro México" (história pra outro post), mas eu seguro a onda. Eu acho.

2 comentários:

Danielle disse...

vc tem sorte, amigaaaaaauuummmm, pq os meus são um pesadelo! bem, claro q tem aqueles q salvam a pátria, mas... vôtecontá!

Paula disse...

Vc é uma figura, Kiki rs...adorei o "PS"!
Bjos,
Paulinha