domingo, 21 de outubro de 2012

Desprezo



Eu não sou perfeita. Longe disso. E eu sei disso.

Também não sou dessas que faz das imperfeições um escudo. Eu não fico me gabando das minhas imperfeições e achando que só eu sou tão imperfeita assim.

Eu também não dou de ombros e digo, "Bom, eu sou assim, é pegar ou largar".

Poxa vida, eu estou tentando. Mesmo. Eu estou fazendo todos os esforços que eu conheço. Eu abri mão dos meus joguinhos do facebook. Parece idiota, eu sei, mas só eu sei o quanto era legal poder esquecer dos problemas da minha vida e só colher o trigo na minha fazendinha. Era um escape e eu abri mão disso.

E depois eu abri mão das minhas séries.

Porque eu não aguento mais ser criticada. Eu trabalho MUITO. Eu trabalho desde a hora que eu acordo até a hora em que eu vou dormir. E tem gente que acha que estudar e dar aula é a mesma coisa. Tá certo. Quando você traduzir das 7 da manhã até às 11, der aula das 13 às 18 pra crianças e depois das 19 às 21 pra adultos (e às vezes ainda levar CALOTE), você vem me dizer se é a mesma coisa.

Porque eu já trabalhei em escritório e depois estudei à noite. EU SEI A DROGA DA DIFERENÇA.

Eu achava que eu tinha o direito de fazer intervalos de 20 minutos pra assistir alguma coisa engraçadinha. Eu achava que eu podia me dar ao luxo de ter alguma diversão, qlqr que seja.

Mas aí qualquer dia que você se atrasa ou que você tropeça, ou que você se enrosca, a culpa é do que? Dos joguinhos, dos seriados, do tempo gasto no facebook. Mesmo que não seja.

Eu sei que às vezes eu gastava tempo demais e me perdia e depois acabava indo dormir mais tarde pra terminar de fazer minhas coisas. Mas isso é problema meu, não é?

Eu abri mão dos jogos e dos seriados porque eu quero tentar aproveitar melhor o meu tempo. E sei que de qualquer jeito eu vou ser criticada e vou ser julgada. Não tem problema. É a vida. São as pessoas. Mas tem horas que é tão difícil. Porque a gente se esforça pra caramba, pra depois agirem como se não fosse nada de mais o que você faz.

Sabe, eu lido bem com crítica. Eu lido bem com bronca. Mas eu ainda não consigo me dar com desprezo. Depois de tudo o que eu faço, o tanto que eu trabalho, a hora que eu acordo, a hora que eu vou dormir, o esforço que eu tenho... eu não consigo acreditar como ainda tem gente que pode me desprezar.

Preciso de férias de tudo isso.

4 comentários:

Joy disse...

ki,
não abra mão das suas séries. não faça isso.
você trabalha muito, tem uma vida cheia de coisa.
trabalha fora (muito), cuida de casa, de marido, de cachorro, de compras, do carro, do orçamento do mês, tem que estudar, fazer suas coisas e ainda tem que ser bonita.
você tem todo direito do mundo de ficar um dia inteiro se quiser jogando os joguinhos do facebook ou assistindo seriado.
pode parar 30 minutos pra ver alguma coisa e relaxar. mas como disse, se quiser ficar um dia todo de pernas pro ar na tv, você pode e deve.
você é ótima, uma verdadeira princesa e ponto final.

JOy disse...

alias, anota algumas séries pra você ver:

- 2 broke girls
- new girl
- how i met your mother
(são ótimaaaaaaaas e engraçadas)

- revenge (to viciada demais demais demais)

Joy disse...

"E tenho me sentindo aflita em não conseguir mais me sentir como eu mesma. Eu não escuto mais música, não leio mais livros, não saio mais, não escrevo mais. Me sinto meio isolada, meio ignorante, meio "emburrecida".


Minha meta é me resgatar até o final do ano. Nesse olhar para o passado, descobri que estou com saudades de mim mesma."

:(
Eu não quero que você se sinta assim. Não mesmo.

Tay disse...

ME FALA QUEM Q TÁ DE DESPREZANDO Q EU DESÇO A PORRADA!!!!!!!!!!!!