terça-feira, 29 de março de 2011

Eu entendi, Greg, eu entendi!!!!

É mais ou menos assim:

Quando a gente não tá nem aí, eles ficam doidos atrás da gente.

Mas se NÓS resolvemos ficar doidas atrás deles, eles saem correndo e de repente já não estão nem aí.

A diferença é que quando estamos "nem aí", muitas vezes amamos e gostamos e cuidamos, tudo ao mesmo tempo.

Quando ELES não estão nem aí, eles não estão nem aí MESMO e talvez já estejam até em outra.

Dizem que a gente só aprendeu alguma coisa quando conseguimos ensinar pra outra pessoa. Nesse caso, eu descobri que aprendi pq consegui colocar em prática. Não que eu não esteja nem aí pro meu namorado, muito pelo contrário. Mas eu aprendi que só passamos a imagem de mulher segura quando estamos, de fato, seguras de nós mesmas. Quando nos sentimos amadas, respeitadas e valorizadas. Quando mais eles nos tratam bem, menos grudentas e inseguras ficamos, mais eles nos querem e vira um super ciclo vicioso.

Ele não precisa dizer que eu estou linda. Eu sei que ele me acha linda (mas ele diz assim mesmo). Ele não precisa me mandar mensagem dizendo que me ama, nem precisa dizer que está com saudade. E eu não preciso ficar dando indiretas pra que ele diga essas coisas, pq ele diz o tempo todo.

Eu acho que eu finalmente entendi como é que funciona. E se você não entendeu nada, você já leu o livro? Mudou minha vida. Juro.

3 comentários:

mariasamara disse...

De que livro você está falando? Eu acho realmente que a gente só aprende na prática ;)

Samara disse...

De que livro você está falando? Eu acho realmente que a gente só aprende na prática ;)

Tay disse...

ki, qdo eu crescer quero ser q nem vc. mesmo. pq vc me conhece como ngm e sabe q às vezes achamos q eu não tenho mta salvação, né?! hehehehe :P
mas ó, acho q tô melhorando aos poucos. passos de tartaruga...
mas há poucos dias presenciei uma cena de ciúmes do seu ilustre amigo q deu gosto de ver, viu!
um dia a tartaruga chega em algum lugar... ;)